quarta-feira, 19 de junho de 2013

E o dito voto de pobreza?

Sempre tive um certo fascínio pelo Tibete e pelos monges que lá habitam. Não propriamente pela religião em si mas sim pela beleza das montanhas e dos seus santuários, pelo silêncio e calma que deles emana. Sempre os imaginei algo idosos, com cabeça rapada, falar pausado e tom baixo, com poucas vestes e sábios, muito sábios. Ora bem, como tudo nesta vida muda, parece que agora os monges andam a viajar de malas Loius Vitton e óculos de sol em jatos particulares... É um sinal dos tempos meus amigos, é um sinal dos tempos...Ai Dalai Lama mete algum juizo nos teus pupilos...







4 comentários:

  1. Não sabia dessa. Não é nada que não se vá vendo na Igreja católica por vezes!

    ResponderEliminar
  2. Não fazia a mínima ideia. Pena que a ostentação comece a chegar a determinados sítios...

    ResponderEliminar