segunda-feira, 11 de março de 2013

Párem lá de criticar as miúdas....

Quem  cresceu nos anos 90 e não teve pelo menos um destes pósters no quarto que atire a primeira pedra....






Ok ok... Não tatuavamos o nome deles nos braços nem acampavamos nos concertos. Mas também isso não nos era tão facilitado nem existiam tantos meios de divulgação como agora. Eu pelo Enrique tinha chorado coisita que se visse e era bem capaz nas fases mais críticas de tatuar uma estrelita (ok ok de novo, graças dou por nunca me ter passado pela cabeça tão coisa).

9 comentários:

  1. As reacções de hoje são muito exageradas, com consequências bastante diferentes das dos nossos tempos.

    ResponderEliminar
  2. eu gostava dos westlife! mas estou com a carolina, hoje em dia é tudo demais. acampar? ir esperar no aeroporto? fazer tatuagens? e pés na terra, não? :/

    ResponderEliminar
  3. A idade da parvalheira é assim mesmo. Elas não têm culpa, embora seja tudo exagerado. Agora os pais.... Não percebo como é possível aqueles pais autorizarem tais tatuagens.

    ResponderEliminar
  4. Não tinha posters, mas também não tinha vergonha de dizer que gostava de ouvir.

    ResponderEliminar
  5. Não tive paixoneta por nenhuns desses, eu era mais jogadores de futebol! E quanto ás tatuagens eu só me pergunto: onde é que andam os pais dessas crianças??!!

    ResponderEliminar
  6. Eu tinha dos Backstreet Boys. E do Brad Pitt. E do Leonardo DiCaprio. E de provavelmente mais uns quantos :P
    Acho que a principal diferença é o conceito de liberdade na adolescência, que mudou um bocado, não assim em tanto tempo. Eu, e creio que a maioria das minhas amigas, se dissesse aos meus pais que queria ir acampar à espera de um cantor, bem que podia ficar a falar para o boneco. Acho que o que acontece é que hoje em dia vê-se os adolescentes como independentes e autónomos mais cedo e acaba-se por lhes dar mais permissões. Não sei, é a minha ideia. De qualquer forma, ainda bem que os meus pais não me deixaram tatuar o nome do Brad Pitt no braço (mas também nunca me passsou essa ideia pela cabeça) :P

    estenaoeumbloguedemoda.wordpress.com

    ResponderEliminar
  7. Também tinha um fraquinho pelo Enrique Iglesias, agora nem me lembro que existe, são frutos da idade, isto passa-lhes!!

    ResponderEliminar
  8. Não tinha posters de cantores, mas eu era uma adolescente completamente alienada do mundo com ideologias e motivações completamente desalinhadas por isso não sirvo de exemplo.
    Mas não atiro pedras, nem hoje nem na altura, no entanto também não nego que me dá vontade de rir face a algumas manifestações, quem não se lembra da moça que dizia que nunca mais voltaria a lavar o braço depois de ser assinado já nem me lembro do nome dos moços? E a reacção essa impagável da irmã mais nova "Nunca mais?!?"

    Beijinhos e boa semana*

    ResponderEliminar